Sexta-feira, 4 de Janeiro de 2008

aqui deixo a minha homenagem...

 

hoje perdi um amigo, uma alma gémea, uma pessoa grande, maior do que eu e só por isso digno de se lhe tirar o chapéu. Não morreu, não, nem nada de mal lhe aconteceu, pelo contrário, saiu da fase de crisálida, abriu as asas e voou. Rumo ao céu, ao limite, contornado por uma onda, por um mar, por uma felicidade procurada, conquistada e arrebatada. Tive e tenho o previlégio de ser seu amigo, confidente e acima de tudo gostar sempre dele, independente de modas, gostos ou tendências. É o meu amigo, e como este termo "meu" é egoísticamente nosso, gosto de o saborear e dizer "meu amigo". Nunca lho disse mas saber por palavras dele que se um dia tivesse um irmão, eu seria essa figura, enternece-me e ilumina a minha redoma, pois não cabem lá mais do que muito poucas almas. Sou um orgulhoso milionário pois detenho esta fortuna feito amizade. Estive muitos anos com o pudor desmedido de me despir com a luz acesa, frente seja a quem for e, com ele este momento aconteceu. Para lá de qualquer tese ou pressuposto homo, não há paralelismo algum nem parceria que me permitam esta nudez, apenas com ele...e isto não tem nada a ver com o foro glandular, é como a teoria Lego, as peças encaixam, ou não, não se forçam. Voou para longe após 2 semanas de repasto social. Conheci a nova companheira, o click emocional que significa libertação, o zénite de alguém que sabe que o paraízo se conquista na terra,não em mais lado algum. É obra. É coragem, é acima de tudo um pontapé no destino de alguém que até já foi casado, teve que fazer contas, teve que aguentar a pronúncia do presumivel culpado, até que a morte vos separe. Disparate. Sempre o defendi, sempre o apoiei, sempre tentei, não à custa do outro que não conheço e só por iso devo respeito, mas acima de tudo de comparar o molde da matriz que conheço, com a a alma cinzenta que tantas vezes se me deparou. Não há nada de místico ou até de sobrenatural no dia, que atormentam tanto como a angústia de não se saber situar, acompanhar e até fluir com a maré. Em conta-corrente se anda quando a matriz não está estável. Algo não vai bem. E isso assisti e vivi em parceria muito tempo. Algo de negro, de fétido se acomoda e toma conta dos sentidos que não deixa ajuizar, raciocinar e até decidir. Algo em nós que nos empurra para o sacrifício, em prol de A de B ou C...Mas, o meu amigo veio, e partiu, juntos comungamos os momentos necessários para exorcizar fantasmas e tomar decisões, é isto a amizade, a confiança na palavra e no conselho, nunca na ordem ou na profecia. Eu abri o jogo e ele fez o mesmo. Não há como enganar, eu posso ajudar e ele também, a confiança reside nisto. Neste sentido o meu " muito obrigado" e apesar da distância, do facto de não poder estar presente nessa data tão importante, ambos sabemos da comunhão dos sentidos. Sê feliz poi maisdo que tudo o que fizeste, mereçe-lo. Não conheço alma mais viva,mais jovial do que ele, não conheço alguém em que confiar por inteiro, não, depositei todas as minhas poupanças desconfiadas neste aforro. E estou satisfeito. Assim, este meu amigo embarca, leva consigo, a futura meia-metade, a lua o Sol, os amigos e este em particular, como confidentes de alcova, de copos de tudo o que advier. Que isto lhe traga sorte e felicidade, é o que desejo.

Orlando (perdoa-me o uso indevido do nome) desej-te o que de melhor o mundo ainda tem, o que de melhor as pessoas possuem, o que de melhor o destino trará.

 

Um bem haja comungado com aquele abraço forte que trocamos.

 

Felicidades migão

 

Tudo de bom, tudo do melhor, pois tu és o verdadeiro shibumi.

 

Mário (só para alguns,ele em especial)

 

Shibumi ( para os restantes)

 

Ps.: agora posso hiberbar. Boa noite!

publicado por shibumi às 00:24
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Acabou a fase da Crisálid...

. ...meio mundo a comer out...

. Vias-Sacras

. Desbunda Total

. Oráculo de Delfos

. Julgamento

. Assim se acorda

. aqui deixo a minha homena...

. ...chegou o inverno, cheg...

. Um enterro digno a 2007

.arquivos

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.favorito

. Desbunda Total

blogs SAPO

.subscrever feeds